AMOR

 

 

Confesso conhecer, a virtude associada à palavra "Amor", através dos exemplos de vida daqueles aos quais chamo "Mensageiros do Altíssimo" e, não, por experiência própria. Devido a esta ignorância, não a uso em conversas mundanas, para não me arriscar a maculá-la.

Algumas semanas atrás, me disseram: "Filho, eu o amo muito; não esqueça isto". Como normalmente procedo, para não fustigar as ilusões dos outros, nada respondi. Dias depois, fiquei sabendo que a mesma pessoa reclamou que sua família, inclusive este que vos escreve, não lhe dava o amor que ela merecia receber. Novamente, não me manifestei.

O verdadeiro Amor, aquele divinamente inspirado, é incondicional, é universal, e nada pede em retribuição. Ele ama, até mesmo, quem o odeia. Não tenho dúvidas de que, o Amor, poderia resolver todos os problemas do mundo/da vida. Nós, contudo, indivíduos "normais", queremos distância dele: nos interessamos apenas pelo amor egoísta, que melhor seria chamarmos de paixão (ou desamor). As paixões degradam o ser humano, ensina o Senhor Gautama Buda, porque fazemos o que for necessário para gozá-las. Por elas, vale tudo: vender a alma para o mal, afundar no lamaçal do egoísmo, pisotear as demais criaturas e outros absurdos. Damos um pouco de dinheiro/apoio/prazer, a quem parece estar precisando destas coisas, e automaticamente passamos a considerar esta pessoa como devedora, isto é: nada damos, mas sim vendemos a crédito, tal como comerciantes. O pagamento pode ser da mesma natureza da ajuda, ou através de simples agradecimento/elogio (preferencialmente público, para todos saberem o quanto somos bondosos). O importante é recebermos, de qualquer jeito, o que nos devem. Para não haver dor na consciência, porém, fingimos que tamanha maldade/hipocrisia é Bondade/Amor.

Para os cristãos, lembro esta advertência do Cristo Jesus: "Que nem mesmo tua mão esquerda saiba sobre a esmola que tua mão direita dá". Idêntica apologia à discrição e ao altruísmo, nas palavras de outro grande salvador, Ramana Maharshi: "Nada espere por sua ajuda, pois, sem desejar retribuições, você estará ajudando [espiritualmente] muito mais a si mesmo". Quando agirmos como Eles ensinaram e praticaram, aí sim saberemos exatamente o que é Amor, lá no fundo de nossos corações...

 

 

22/08/2017

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com