DSC

 

 

Escrevi, em texto anterior, que a trindade "dinheiro, sexo e comida" (DSC) é o senhor deste mundo em que vivemos, é o mestre a quem reverenciamos e seguimos. Repito que, não necessariamente na ordem DSC (dependendo das características de cada pessoa, pode ser CDS, etc.), acredito que investimos uns 90% de nossos pensamentos/esforços diários para servir ao "deus" DSC. Talvez dediquemos mais uns 9% de atenção, aos demais prazeres e às muitas preocupações da vida. Finalmente, resta-nos 1% ou menos, das horas do dia nas quais estamos acordados, para dedicarmos Àquilo que os Mensageiros do Altíssimo afirmam ser a real necessidade/razão da existência.

 

O intuito deste texto é, novamente, propor o seguinte exercício de autoconhecimento, que pode levar-te ao arrependimento salvador: observa teus pensamentos, sentimentos, palavras e atitudes durante uma semana, anotando diariamente, antes de dormir, quanto tempo dedicastes, naquele dia, servindo a DEUS, ou seja, praticando uma de Suas virtudes (Amor não egoísta, Misericórdia, Perdão, Humildade, Altruísmo sincero, etc. etc.). É muito provável que, ao final da prova, baixes a cabeça, envergonhado(a), assim como este digitador, e entendas porque a tua vida é tão cheia de sofrimentos e dificuldades...

 

Mais uma vez gostaria de citar algumas belíssimas e inspiradoras frases do Grande Instrutor, o Sublime Nazareno, apropriadas a esta (e a qualquer outra) ocasião:

"Antes de tudo, buscai o Reino de Deus, e todas as vossas necessidades serão supridas".

"Onde estiver o teu tesouro, lá estará também o teu Coração".

"Não podes servir a dois senhores: ou serves ao mundo ou serves a DEUS".

 

A expressão "servir a DEUS" não deve ser interpretada como servidão/submissão a alguém ou a alguma coisa. Como podemos comprovar pelas vidas dos Salvadores do mundo, cujo único objetivo terreno é servir a DEUS (seja interiormente, seja exteriormente) e nunca a si mesmo (ego/mundo), este é o caminho para as tão sonhadas Paz e Felicidade ("Reino de Deus"), que todos os seres humanos tanto almejam alcançar. Servir a DEUS, na prática, significa servir aos nossos semelhantes, do mesmo modo como gostaríamos de ser servidos por eles, sempre fazendo isto sem desejo de obter recompensas. Muitas vezes já nos foi dito, pelos verdadeiros servos do Senhor, que:

1. Todas as boas ações que praticamos, na verdade são obras de DEUS; somos, apenas, os instrumentos que Ele usa para determinado fim;

2. Não podemos diretamente servir ao (ajudar o) Altíssimo, que, por ser Espírito Onipotente, Onisciente e Onipresente, não precisa de serviços personalizados e, muito menos, de ajuda...

 

 

 

Senhor: faz de mim um instrumento de Tua Paz.

 

17/09/2011

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com