UM, DOIS / A ENTREGA

 

 

Nenhum caminho espiritual é considerado inferior, neste web-sítio. Percebo muitas diferenças, sim, nos guias e, por isto, ignoro os profissionais/intelectuais da fé; cito, apenas, os ensinamentos de homens que nada querem tirar de nós, porque "venceram o mundo"...

Unicidade, Dualidade, Autoconhecimento, Devoção, Budismo, Cristianismo, etc.: cada caminho é útil para determinado tipo de buscador, mas nenhum pode o levar à meta; assim ensina a Sabedoria Sagrada. O foguete espacial, no decorrer de sua missão, vai se livrando dos módulos que não são mais necessários e apenas uma pequena cápsula chega ao destino. A jornada espiritual do ser humano é exatamente igual: devemos ir jogando fora tudo que não seja a única coisa estritamente indispensável para alcançarmos o "Reino de Deus", o "Nirvana", a "Verdade", o "UM", ou qualquer outro nome que usemos para indicar a meta da Vida; é preciso, inclusive, livrarmo-nos do caminho espiritual e, surpresa!, do próprio buscador/ego ("Quem anseia pelo 'Reino de Deus', que renuncie a si mesmo", ensina o Cristo). A tal coisa indispensável é difícil de descrever em palavras, mesmo quando elas são de um Grande Salvador da humanidade; como, então, este que vos escreve poderia rotulá-la e explicá-la, ele que ainda sequer conseguiu salvar a si mesmo?

 

No caminho da Devoção, isto é: amor das criaturas a um Criador exterior a elas, muitas vezes fala-se em "entrega". Aqui mesmo, neste site, o termo é usado, vez ou outra, para indicar a voluntária entrega, da vida individual, nas mãos da Vida Universal (ou DEUS). No entanto, hoje sei que este pensamento é absurdo, já que só podemos dar o que é nosso; porém, tudo é de DEUS: Ele sempre foi e sempre será o dono de nossas vidas. É possível dar, a alguém, algo que já lhe pertence? Quando pensamos em "entregar a vida", devemos ter consciência de que ainda distantes estamos de humildade/sinceridade: no fundo, queremos dar algo e, em troca, receber algum benefício divino.

A única entrega sincera, aquela que realmente agrada a DEUS, é a entrega (incondicional) da errônea ideia de que somos os donos de nossas vidas...

 

 

28/09/2015

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com