A NATUREZA  /  NATAL CRISTÃO

 

 

Cada vez mais, percebo quão justa e sábia é a Natureza, que dá a cada a ser vivente, sem exceção, sabedoria suficiente para, ele mesmo, discernir o que é bom e o que é ruim em sua vida, sem precisar recorrer a especialistas em quaisquer assuntos; quão poderosa Ela é, por dotá-los da força/energia interior que necessitam, para enfrentarem os desafios da sobrevivência. Observo como as recém-nascidas tartarugas-marinhas sabem exatamente para onde ir: não é preciso que ninguém guie/ajude as pequeninas, na praia, durante a corrida em direção ao mar. Apesar de, hoje em dia, o homem achar que deve proteger esta espécie contra a extinção, não é isto que provam as centenas de milhões de anos em que ela contou apenas com a proteção da Natureza; situações mais ameaçadoras, do que as do mundo atual, provavelmente já enfrentou e venceu todas.  Então, se este e outros animais, dito "irracionais", desde o nascimento bem sabem cuidar de si, valendo-se apenas de recursos próprios, por que nós, os autointitulados superiores e racionais, mesmo após a maioridade civil, não sabemos? Por que precisamos de tanta coisas, quando temos dentro de nós, assim como têm os demais seres vivos, tudo o que é necessário para sermos livres e, consequentemente, felizes? Por que erramos/sofremos tanto, por espontânea vontade, apesar de haver, em nossos corações, toda a Sabedoria necessária para vivermos em Paz?

Não fosse a nossa falta de fé na Natureza (ou DEUS), Liberdade e Felicidade nos seriam tão próximas e reais, quanto o são para as formas de vida "inferiores"; não fosse o orgulho, muito poderíamos aprender com elas; não fosse o longo tempo que investimos pensando em nossas mazelas e necessidades mundanas, correndo de um lado para outro atrás de ninharias, haveria tempo de sobra para cada um se aquietar, direcionar a atenção para as não humanas criaturas de Deus, e com elas aprender Fé, já que somos fracos demais para construir Fé por conta própria...

 

Mais um natal aproxima-se. Segundo a tradição, é dia de presentes, de famílias reunidas, de mesa farta, etc. Durante as décadas em que participei deste evento social, não me recordo de, uma vez sequer, ter ouvido alguém mencionar o nome do homenageado, Jesus Cristo, muito menos propor que, aquela noite especial, fosse dedicada à oração e/ou reflexão sobre Seus ensinamentos e exemplo de Vida. Lembro, sim, das conversas fúteis, das fofocas maldosas, da gula desenfreada e dos excessos provocados pelo álcool, migalhas de alegria que, na manhã seguinte, delas não havia mais sinal algum. Contudo, o sofrimento, hoje sei, continua aumentando, pois, cada segundo em que as mentes e os corações passam distraídos pelo mundo exterior, esquecidos do mundo interior, nossa natureza divina ("Vós sois deuses"), ainda mais distantes ficamos da fonte única de Paz/Felicidade: a potencialidade de Cristo (ou DEUS), latente/adormecida em todos os seres vivos ("O Reino de Deus está dentro de vós").

Lembrando um, entre os tantos doces convites do Grande Instrutor: "Vinde a Mim, todos vós que viveis aflitos sob o fardo vida, e Eu vos aliviarei; em Mim, encontrareis repouso para vossas almas". Portanto, se no Cristo que há em todos nós, o mesmo que guiou Jesus e ao qual Ele se referia usando os pronomes "eu" e "mim"; ora, se neste Cristo Interior não encontramos alívio para nossas dores, é porque ainda não Lhe permitimos assumir a condição de mais íntimo e fiel amigo, nosso protetor/consolador por toda a Eternidade. Então, para que Ele desperte em nós e comece a guiar nossas vidas, gradativamente devemos investir mais tempo/pensamentos no tesouro divino e menos tempo/pensamentos no tesouro mundano, como ensinou e praticou o Sublime Nazareno: "Não te esforces por acumular tesouros mundanos, que um dia as circunstâncias da vida tirarão de ti; acumules, sim, tesouros divinos, que serão teus por toda a Eternidade. Onde estiver o teu tesouro, lá também estará o teu coração".

Que, finalmente, este seja um verdadeiro Natal, com mentes e corações em Cristo, para todos, de quaisquer religiões, que creem em Suas palavras e esforçam-se por segui-Lo, apesar das mil e uma dificuldades/tropeços espirituais, que o mundo sutilmente coloca em nosso caminho. Amém.

 

 

13/12/2011

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com