O PODER

 

("Se tens poder sobre minha vida e minha morte, este poder te foi concedido do Alto"  -  Jesus Cristo)

 

 

Caminhava um homem, por uma estrada que corta a mata. De repente, após uma curva, avistou uma cobra, que havia se colocado exatamente no meio da pista. Pensou o homem, consigo mesmo: "Devo tirá-la do meio da rua; senão, acabará sendo atropelada por um veículo".

Enquanto procurava por um galho longo, que pudesse ser usado para a tarefa, imaginava como seria gratificante esta sua atitude. O fato de (imaginar) estar salvando uma vida, lhe proporcionava grande prazer e aumentaria, ainda mais, a sua opinião favorável sobre si mesmo. "Sou um homem bom", concluiu.

Usando uma vara, conseguiu direcionar, delicadamente, o animal para o acostamento, bem perto do fim do asfalto e início da floresta. Para não incomodá-lo mais, decidiu que ali já não havia perigo e que o pequeno trecho restante poderia, a própria cobra, percorrê-lo sem a sua interferência. Olhou a cena, satisfeito e certo que tinha mudado, para melhor, o destino daquele pequeno ser vivente; então, virou-se e retomou seu caminho.

Poucos segundos depois, uma bicicleta, que vinha trafegando pelo acostamento, dobrou a curva e passou exatamente sobre a cobra, matando-a instantaneamente. O ciclista nem reparou no que aconteceu e foi em frente; mas, o homem, horrorizado, olhava para aquela massa disforme e sem vida.

E ali, naquele instante, ele compreendeu. Todo o orgulho de si mesmo desmoronou como um castelo de cartas. Diante da morte que ele, tentando evitar, acabou provocando, a Verdade manifestou-Se em seu coração:

 

"O Universo não é um grande acaso. Ele é obra de Algo que está além da compreensão intelectual e que está em toda parte, sempre cuidando de Sua criação. A mãe se descuida de seus filhos? Não está, ela, sempre atenta às suas necessidades? Quem, melhor do que ela, sabe do que eles necessitam? Aquilo que é Mãe/Pai de tudo e de todos Se descuidaria, então, de Seus filhos? Precisaria, Ele, de ajuda na tarefa de cuidar do Universo que Ele criou e que apenas Ele conhece? A morte é apenas uma etapa da Vida. A aparente desarmonia do mundo faz parte de uma Harmonia muito mais ampla, incompreensível para a maioria dos homens.

"Não te exaltes por um ato de bondade, nem te recrimines pela morte do pequeno animal. Nenhum poder tens sobre destinos, vida e morte. Sois, todos vós, apenas instrumentos do verdadeiro e único Poder".

 

 

    POST-SCRIPTUM

    A revelação sobre o que é Justiça Divina, manifestada ao personagem da parábola, foi resumida sabiamente por Ramana Maharshi: "Assim como cada um é, o mundo lhe parece". Então, se no mundo percebo maldade, sofrimento, injustiças, etc., onde está o erro? No Criador ou em mim?

 

 

Textos relacionados:

A Meta da Vida

 

 

19/12/2004

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

 

www.000webhost.com