"O REINO DE DEUS ESTÁ DENTRO DE VÓS" (3)

 

Quando afirma o Senhor Jesus: "Buscai, antes de tudo, o Reino de Deus", ou: "Vinde para o Reino que vos está preparado desde o princípio do mundo", Ele não está mandando que saiamos por aí, procurando por tal lugar. Uma resposta aos fariseus aponta a sua localização: "Não se pode dizer que o Reino de Deus esteja lá ou acolá; Ele está dentro de vós". E quem, com certeza, vive no Reino de Deus, senão o próprio Deus? Então, Deus está em nós, e isto significa que Ele não é uma entidade material ou astral, como poderíamos imaginar. Não sendo um nem outro, o que é "Deus", afinal? Não me arriscaria a opinar, pois não julgo ter autoridade/sabedoria para tanto; contudo, posso mencionar uma resposta que me parece esclarecedora, do Sábio de Arunáchala, Bhagavan Ramana Maharshi, intimamente experiente no assunto: "Deus é a suave/sutil expansão da mente calma e interiorizada". Outra sábia resposta (não de Bhagavan), que lança alguma luz sobre o mistério: "Deus é um estado de espírito, que deve-se aprender a cultivar no coração".

Talvez estas definições provoquem a pergunta: "Se Deus é só isto, por que deveria me esforçar para vivenciá-Lo?". Porque "Deus", ensinam os verdadeiros salvadores da humanidade, é o apelido daquelas Paz e Felicidade eternas, que todos sonham um dia conquistar. E, segundo Eles, ambas estão aqui e agora, dentro de nós; para senti-Las, porém, é indispensável uma radical mudança de atitude mental, isto é, "ressuscitar" ainda nesta vida. Isto talvez pareça insanidade; mas, hoje tenho certeza que não é, porque até mesmo pessoas não sábias (como este digitador) percebem que, a maneira de encarar a vida, determina o "céu" ou o "inferno" particular...

Agora, podemos traduzir o ensinamento-título: "Paz e Felicidade eternas estão em vossos corações" (entendo por "coração" uma consciência não mental que possuímos; mas, raramente usamos). E como encontrar Paz/Felicidade eternas? Muitos métodos espirituais existem, cada um adequado a certo tipo de pessoa. Seria inútil descrevê-los aqui, porque o sincero e esforçado buscador encontrará, por conta própria, o caminho que mais lhe convém.

Outra pergunta que pode ocorrer: "Qual o benefício, para a humanidade em geral, do esforço individual pela percepção de um 'Reino de Deus' interior? Não será, tal busca, nada espiritual e sim puro egoísmo?". Este tipo de dúvida somente assalta as pessoas que não conhecem as vidas das grandes encarnações divinas. Não é necessário retornar 2.000 anos no tempo, para obter a comprovação de que esta opinião preconceituosa, sobre a busca espiritual, é incorreta. Por exemplo: há menos de 100 anos, gente do mundo inteiro visitava Bhagavan Ramana e muitos percebiam Nele, e em si mesmas, o sublime benefício que proporciona alguém que vive na terra, mas simultaneamente no "Reino de Deus": Paz profunda, que inundava os corações. Para aqueles que não conseguiam sintonizar-se com a Paz silenciosa ("Graça") que constantemente irradiava, Bhagavan os ajudava através de palavras consoladoras/inspiradoras. Muitas vezes, assim acalmou/incentivou os que sofriam, por não conseguirem resolver os problemas do mundo: "Tua percepção ininterrupta de 'Deus', dentro de ti, é a melhor ajuda que podes oferecer ao mundo". E Ele é a prova incontestável desta verdade: milhares de pessoas foram espiritualmente beneficiadas, pela iluminação particular de Bhagavan, que nunca pediu/exigiu qualquer retribuição por Sua ajuda.

 

Se todos os ensinamentos sagrados desaparecessem subitamente, exceto este: "O Reino de Deus está dentro de vós", nada teria sido realmente perdido. A web-página "Os Destruidores de Ilusões" foi criada com a principal pretensão de divulgar esta Verdade Suprema, que é propositalmente ignorada pelos profissionais da fé/religiosidade, já que Sua compreensão eliminaria a necessidade que temos, de seus serviços. Felizmente, venho conseguindo evitar a tentação de misturar espiritualidade, com ambição por dinheiro/fama/poder; portanto, aqui posso ser sincero, pois é impossível conciliar estas duas: ambições pessoais e sinceridade interpessoal. É claro que estou sujeito a errar por ignorância; por isto, não sugiro que acreditem em mim e, sim, nos Cristos/Budas, que jamais erram. No entanto, a conclusão final não é suscetível de erro, porque não é "minha"; é Deles: a Paz, que o mundo desconhece, e pela qual tanto ansiamos, desde sempre está dentro de nós mesmos, adormecida em nossos corações, aguardando pacientemente que A despertemos...

 

OBS.: Em outros textos, publicados neste web-sítio, o mesmo assunto já foi tratado; contudo, precisa ser periodicamente repetido, porque estamos habituados a ignorar que o "Reino de Deus" está em todos nós. E esta trágica ignorância é a causa única de todo o sofrimento que há (ou parece haver) no mundo...

 

 

20/05/2014

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com