VIDA ETERNA

 

 

("Dizem que estou morrendo; mas, não vou embora: EU estou aqui"  -  Ramana Maharshi)

 

 

 

O assunto-título entrou em pauta devido ao motivo exposto no final do texto; mas, não sinto segurança para escrever sobre ele, por conta própria. Então, vou buscar apoio nas palavras de dois grandes Mestres (Ramana Maharshi e Jesus Cristo), cujos ensinamentos, intelectualmente contraditórios, na verdade são idênticos.

 

 Para a maioria de nós, pessoas comuns, "vida" significa esta consciência-corpo, mais a consciência do mundo exterior, ambas acrescidas de todos os seus vínculos/apegos. Assim, imaginamos que "vida eterna" (ou "salvação"), que nos é apresentado como algo bom, deve ser a perpetuação de tudo aquilo que egoisticamente amamos. É por causa desta crença que muita gente, momentaneamente rica e/ou satisfeita, vai às igrejas em busca de salvação: para que sua prazerosa vida atual se torne eterna, não acabe nunca. Isto fica claro no episódio do jovem rico, que perguntou ao Cristo Jesus o que deveria fazer para alcançar a vida eterna. Como os Cristos são destruidores de ilusões e não preocupam-Se com popularidade, nem com artimanhas para obter vantagens, o jovem recebeu esta dura resposta: "Vai, vende tudo o que tens e dá para os pobres; depois, vem e segue-me. Não podes servir a dois Senhores: Deus e as riquezas do mundo". Surpreendido por ver desmoronar o seu sonho de uma vida de prazeres eternos, ele virou-se e foi embora. No entanto, como infelizmente não há Cristos/Budas pregando nas igrejas, os ricos são consolados com promessas de vida mundana eterna, desde que distribuam parte de suas riquezas entre aqueles que os salvarão...

 

Principalmente no Evangelho de João, podemos começar a perceber que a verdadeira VIDA, prometida pelo Grande Instrutor, é exatamente o oposto do que acreditamos Ela ser. Ramana sintetizou assim a questão: "Vida Eterna é Consciência (Espiritual) ininterrupta". Para Jesus foi mais difícil explicar isto, devido às características da audiência; mas, acho que Ele foi perfeito e cativante, neste doce convite: "Vinde, benditos do Pai Celeste; vinde para o Reino que vos está preparado desde o princípio do mundo". Não tenho Vida Eterna; porém, a Graça Divina já me ensinou onde Ela está. Entretanto, tal conhecimento não é suficiente, porque a consciência-ego é a maior inimiga da Vida Eterna e esta consciência ainda é o senhor da alma que aqui escreve. Mesmo assim, vez ou outra este ego é temporariamente absorvido pela Consciência Superior ("EU"). Nestes raros momentos de verdadeira Paz, confirmo as palavras de Ramana e de Jesus, e tenho pequena noção do que é "Consciência ininterrupta" ou "Reino que existe desde o princípio do mundo".

Caro buscador(a): nada quero de ti, nem mesmo um "obrigado", pois não há como te comunicares comigo. Então, não escrevo para te explorar ou escravizar, mas, sim, para compartilhar o que a VIDA me tem ensinado. Reserva um tempinho diário, para dedicares à observação de teu mundo interior. Com certeza é muito difícil parar, ficar em silêncio e interiorizar a atenção; contudo, para aqueles que esperam um dia alcançar Paz e Felicidade (ou "Reino de Deus", ou "Vida Eterna"), não há escolha: devemos fazer meia-volta e, como o filho pródigo da parábola crística, iniciar a jornada de volta para a Casa do Pai Celeste, que também é nossa, desde o princípio do mundo. Voltar para esta Casa é a verdadeira ressurreição dos mortos, é a Meta da Vida. A enorme dificuldade inicial aos poucos vai sendo vencida, com perseverança e fé. Na hora certa a ajuda vem, pois o Altíssimo é tão bondoso e "espaçoso", que fez morada em cada ser vivente, sem exceção; desde a mais ínfima criatura, até a mais evoluída, o homem, todos somos "a Casa do Pai Celeste".

Como mencionado em texto anterior, todo o trabalho de "voltar para Casa" ocorre em nível mental e a vitória está ao alcance de todos. Não há condições exteriores que, obrigatoriamente, precisemos cumprir e não há guias aos quais devemos perguntar por onde ir. Se DEUS está dentro de nós, tudo está; do mundo exterior só precisamos, mesmo, do mínimo necessário para a sobrevivência do corpo material. O início e o fim da Jornada estão em nós, assim como todas as instruções para chegar lá. Os Mensageiros do Altíssimo nunca se apresentam como donos da Verdade, ao contrário: dizem que nada nos ensinam, apenas nos despertam para tudo que existe (adormecido) em nós, desde sempre. A boa nova que Eles, uns após os outros, nos trazem é esta: a Felicidade inabalável e ininterrupta está aqui e agora, no Coração (Espiritual) de cada um. Não precisamos buscar saúde física perfeita, (muito) dinheiro, consolos/prazeres mundanos e conhecimentos teóricos sobre religiosidade, para vivenciá-La; basta mudarmos o foco da atenção, do exterior, para o interior. Esta Felicidade Interna é o tesouro que ladrão nenhum pode roubar, nem mesmo a morte, e deve ser infinitamente superior às alegrias temporárias, migalhas que o mundo digna-se nos dar, pois, quem A encontra, jamais aceita esmolas para o ego, novamente. Nunca houve um ser humano que tenha retornado à sua vida anterior, neste reino sem Deus que vivenciamos diariamente, após ter alcançado o "Reino de Deus", a "Vida Eterna", a consciência-sem-ego, o "EU" impessoal ao qual refere-se Ramana Maharshi.

 

Olha para todos os lados e só verás gente agitada, correndo desesperadamente atrás de sonhos, objetivos mundanos e prazeres egoístas. E, embora achemos ser melhores que os outros, na verdade agimos exatamente da mesma forma. Mesmo os velhos, em vez de aproveitarem o pouco tempo que lhes resta, se esforçando pela evolução espiritual, ainda buscam gozar ao máximo os poucos prazeres que estão ao alcance de sua vitalidade decrescente e prosseguem acumulando dinheiro, como se fosse possível usufruir dele no mundo pós-morte. Todavia, os velhos não são os únicos errados, pois o senhor deste mundo não é DEUS, mas, sim, o adversário de DEUS e nós, sendo também do mundo, prestamos serviço ao segundo e, não, ao primeiro.

Como é muito difícil encontrar bons exemplos nos relacionamentos familiar/social/profissional, exemplos inspiradores que nos animem a lutar contra o mal que satura nossos corações; encontrar ao menos uma alma que esteja no mundo, mas que não seja do mundo; melhor é seguir sozinho, vida afora, quem sinceramente quer evoluir como ser humano, até que a Graça Divina se apiede de nós e assuma a condição de amiga, consoladora e nossa guia, em direção à Verdade. Grandes ajuda e força obtenho deste fiel amigo, que há alguns anos me acompanha: o livro "Imitação de Cristo". Quem sabe, esta preciosidade espiritual não seria capaz de te ajudar, também?

 

Hoje, durante a meditação da madrugada, uma frase martelou várias vezes nesta consciência, provocando lágrimas de beatitude, e acabou sendo a inspiradora deste texto. Gostaria de finalizar repetindo-a aqui: "Vinde, benditos do Pai Celeste; vinde para o Reino que vos está preparado desde o princípio do mundo; vinde para a Vida Eterna"... 

 

 

 

Oh, Senhor! Tem piedade desta alma e protege-a contra o mal exterior, para que possa vencer o mal interior e alcançar Vida Eterna.

 

13/08/2011

 

http://quemsoueu00.blogspot.com/

www.000webhost.com